Qual a importância do plano de saúde ou convênio médico familiar?

Qual a importância do plano de saúde ou convênio médico familiar?

Qual a importância do plano de saúde ou convênio médico familiar?

De acordo com pesquisa publicada pelo Ibope Inteligência, a pedido do Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS) e divulgados em uma matéria da Revista Veja, os planos de saúde ou convênio médico ocupam o terceiro lugar na posição de desejo dos brasileiros, perdendo apenas para educação e casa própria.

Essa pesquisa aponta para uma situação que deve ser analisada com atenção pelos empresários, já que hoje os planos de saúde ou convênio médico compõem a estrutura de saúde brasileira, uma vez que a esfera pública não tem condições de atender a toda a parcela da população que precisa dos seus serviços.

Nesse contexto, o plano de saúde ou convênio médico familiar é uma modalidade de plano que oferece benefícios especiais para grupos familiares.

São serviços de saúde que visam atender a todo o conjunto familiar, garantindo atendimento rápido e de qualidade para todos os membros da família.

A diferença entre os planos de saúde familiares e os individuais começa no quesito financeiro.

No plano familiar é cobrada uma mensalidade única que abrange todos os membros da família, enquanto nos planos individuais são cobradas mensalidades à parte, o que pode tornar o plano mais caro.

Outro aspecto positivo do plano de saúde familiar ou convênio médico é que o seu reajuste anual é mais baixo se comparado com os planos de saúde individuais.

Dessa forma, o plano de saúde individual só é vantajoso nas situações em que um componente da família apresentar um histórico de saúde muito divergente dos demais e necessitar de um atendimento mais especializado.

Caso contrário, o plano de saúde ou convênio médico familiar  acaba sendo a solução mais interessante.

Planos de saúde ou convênio médico empresarial e familiar

Se você é empresário, provavelmente está se perguntando qual é a vantagem de oferecer um plano de saúde ou convênio médico familiar para os seus colaboradores.

Pois bem, a primeira questão que deve ser colocada é que, atualmente, a maior parte dos usuários de planos de saúde ou convênio médico utiliza planos empresariais, ou seja, aqueles que são contratados por empresas.

De acordo com a legislação brasileira — mais especificamente o Código de Defesa do Consumidor, a Constituição Federal e a Lei dos Planos de Saúde —, todos os planos de saúde empresariais devem permitir que os seus colaboradores incluam membros da família (cônjuge e filhos) como dependentes.

As regras com relação aos filhos, no entanto, podem variar de acordo com a operadora do plano de saúde ou convênio médico.

Ou seja, em alguns casos os filhos do trabalhador perdem o direito aos 18 anos, aos 21 anos ou após a conclusão do ensino superior.

Além disso, a adesão de outros membros da família também varia muito de acordo com a operadora e com as normas contidas no contrato do plano de saúde empresarial.

Todavia, segundo a legislação, a adesão de pessoas como pais, sogros, irmãos e outros membros da família não é obrigatória, como acontece com o cônjuge e filhos.

Qual a importância do plano de saúde ou convênio médico familiar?

Como funcionam os tipos de plano de saúde ou convênio médico?

Antes de entender os benefícios da contratação do plano de saúde familiar, vamos abordar os tipos de plano de saúde existentes e as diferenças entre cada um deles.

Ambulatório

O Plano de Saúde ou convênio médico Ambulatorial é uma modalidade de convênio mais simples que oferece um leque mais restrito de opções de serviços e cobertura médica.

Por isso, os custos para contratação são mais baixos.

Como o próprio nome sugere, a cobertura ambulatorial inclui apenas atendimentos em ambulatórios, clínicas e consultórios médicos, incluindo atendimento hospitalar por apenas doze horas.

O plano ambulatorial não é indicado para aquelas pessoas que necessitam de internação hospitalar ou atendimento ambulatorial por um período superior a doze horas.

Na prática, os planos ambulatoriais oferecem:

  • consultas médicas ilimitadas;
  • consultas pré-natal;
  • exames;
  • procedimentos clínicos;
  • atendimento médico de urgência e emergência por até doze horas;
  • atendimento hospitalar por até doze horas;
  • procedimentos de radioterapia;
  • diálise;
  • hemodiálise; entre outros.

A principal vantagem desse tipo de plano é o seu custo, tendo em vista ser uma das opções mais vantajosas, sob a perspectiva econômica. Por isso, pode ser uma alternativa interessante para quem possui poucos recursos financeiros para investir em um convênio médico.

Por outro lado, a desvantagem do plano ambulatorial é que ele não oferece cobertura para internação e cirurgias. Assim, o usuário desse plano não terá cobertura em caso de ocorrência de alguma situação mais grave.

Como mencionamos, o usuário de plano ambulatorial só terá cobertura hospitalar pelo período de 12 horas. Assim, caso ele precise de atendimento por um período maior, terá que arcar com os custos hospitalares ou solicitar a transferência para um hospital credenciado ao Sistema Único de Saúde (SUS).

Hospitais com ou sem obstetrícia

A obstetrícia é indicada para mulheres que estão em idade fértil e planejam ter filhos. Portanto, existem também os planos de saúde que oferecem atendimento com ou sem essa especialidade.

No caso dos planos de saúde ou convênio médico familiar, trata-se de um serviço largamente utilizado — razão pela qual é muito comum a inclusão de atendimento obstetrício no rol de benefícios ofertados pelo convênio.

Odontológico

O plano de saúde odontológico é um benefício extra, que costuma ser oferecido por grande parte das operadoras de plano de saúde.

A grande vantagem deste benefício é que o seu custo costuma ser vantajoso e os benefícios para o usuário são significativos.

Ter um convênio odontológico é sinônimo de proteção e garantia de que a pessoa poderá contar com a assistência de profissionais da área que também estarão cuidando da sua saúde.

Cobertura referência

Por fim, a cobertura referência é uma opção mais ampla que abrange tanto o atendimento em consultórios quanto a internação em padrão enfermaria, com direito ao uso de serviços de obstetrícia, Unidade de Tratamento Intensivo, bem como exames e tratamentos necessários para diagnóstico e tratamento de problemas de saúde previstos no rol de procedimentos médicos da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

 

Você está em busca de opções de plano de saúde ou convênio médico familiar e empresarial para os seus colaboradores? Então entre em contato com a Santus Seguros e Saúde e descubra como podemos ajudá-lo!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 − quatro =